Home / Turismo / Turismo Assustador: Dargavs – Cidade dos Mortos (Rússia)

Turismo Assustador: Dargavs – Cidade dos Mortos (Rússia)

Em uma pequena região no Cáucaso do Norte na Russia, existe pequena vila isolada, repleta de casas antigas feitas de pedras brancas e construídas no declive de uma pequena montanha, com vista para um vale próximo de um visual deslumbrante. Na Rússia, essa aldeia escondida é conhecida como Dargavs, mais conhecido por eles como “Cidade dos Mortos“, e é o local do antigo Cemitério Ossétista.

É em Dargavs, onde quase 100 criptas de pedra antigas permanecem em uma área que atrai pouco interesse de quem vive nas proximidades, exceto pelos turistas e arqueólogos que já ouviram falar do local.

Por muitos anos, Dargavs foi considerado um dos maiores assentamentos da Ossetia. Com seus assentamentos​​localizados na margem do rio Gizeoldon, que se encontra no centro de uma cavidade de montanha que apareceu há milhares de anos devido ao derretimento das geleiras, o vale era e ainda é conhecido como um dos lugares mais ensolarados da região.

Protegidos de frentes nebulosas e ventos pelas montanhas, o assentamento de Dargavs proporcionou aos moradores condições únicas de produção agrícola. Atualmente, as ruínas do assentador de Hussar-Hintsag e duas torres que eram partes de um castelo compõem o vale que é contemplado pelas sombrias criptas que compõem a Cidade dos Mortos.

Existem 95 dessas criptas de tijolos brancos, que foram construídas de vários tamanhos diferentes. Algumas delas tem câmaras subterrâneas e outras possuem até 3 andares, dependendo do número de gerações da família que elas guardam.

O que se encontra dentro e os mistérios que cercam essas criptas é que fizeram a reputação do lugar ser chamado de Cidade dos Mortos. Quando os arqueólogos ingressaram pela primeira vez na Cidade dos Mortos, verificaram os primeiros túmulos que foram construídos no início do século XVI, e o último enterro sendo realizado em 1830.

Em meio às criptas, os arqueólogos descobriram itens que não exibiam as tradições da Ossetia, como também o envolveram em mais mistérios. Construído em frente de cada cripta está um poço, a lenda diz que, uma vez que os ossédios enterraram seus mortos, eles deixariam uma moeda no poço. Se a moeda atingisse uma pedra no fundo, era uma indicação de que a alma tinha chegado ao céu.

Uma descoberta peculiar continua a ser o das misteriosas estruturas de madeira em forma de barco, que estavam dentro da cripta onde os corpos foram enterrados. Já que Dargavs não está localizada perto de rios navegáveis, acredita-se que os barcos deveriam ajudar os que partiram, e que suas almas atravessam um rio para chegar ao céu.

Enquanto os mistérios e as maravilhas que cercam os Dargavs deram a Cidade dos Mortos uma presença assustadora e desconcertante, é o conto da praga que levou à construção das criptas que deixaram muitos habitantes locais evitando qualquer viagem à antiga necrópole. Eles dizem que qualquer pessoa que se atreve a entrar no local dos funerais, arrisca perder a vida.

Durante a virada do século 18, os ossédios foram atingidos por uma praga que resultou em uma queda da população de 200.000 para aproximadamente 16.000 no início do século XIX. Com a praga varrendo a região, eles passaram a construir casas de quarentena para cuidar dos doentes e suas famílias, até que a morte finalmente chegasse.

Veja também

Os fantasmas do Hotel Fairmont Banff Springs [Canadá]

Quando a construção da Ferrovia do Pacifico Canadense foi terminada em 1855, a companhia construtora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com