Home / Mitos e Lendas / Íncubos

Íncubos

O Íncubo é uma criatura cujas origens são registradas primeiramente na mitologia européia medieval, as primeiras referências à sua existência vem da famosa Malleus Maleficarum (Martelo das Feiticeiras), um texto publicado em 1486.

Como os predadores sexuais humanos eram quase inimagináveis nos tempos antigos, os Íncubos eram quase sempre culpados de ataques sexuais contra mulheres e meninas da comunidade. Apesar do indubitável prazer físico da experiência, os encontros sexuais com Íncubos levavam junto com eles um estigma de vergonha.

O nome “Íncubo” vem do latim “incubo” que significa “pesadelo“, semelhante a “incubare“, que significa “mentir sobre“. O Íncubo é a contraparte masculina do demônio da noite feminino, o Súcubo.

Aparência

Devido ao fato de que muitos são transmorfos, a aparência de um Íncubo pode variar de um para o outro. Alguns gostam de assumir uma aparência mais humana, enquanto outros mantêm uma aparência completamente demoníaca (portando chifres, asas, cauda, etc). Outros ainda aparentemente combinam as duas naturezas.

No entanto, não importa como ele aparente, um Íncubo é sempre fisicamente atraente. Na verdade, os Íncubos feios são tão raros, muitos acreditam que eles só assumem aparências feias para assustar e atacar inimigos. Mesmo em sua forma normal, a maioria dos Íncubos são muito belos.

Muitas vezes, um Íncubo usa tecidos muito luxuosos, bonitos para se olhar, e agradável ao toque. Suas escolhas de moda são sexualmente provocativas, sugerindo sedutoramente seus físicos.

Comportamento

O comportamento do Íncubo baseia-se principalmente em sua sexualidade. Sua natureza é orgulhosa, hedonística e carismática, e estão sempre na caça de fêmeas. Eles zombam de idéias como virgindade, celibato e monogamia. Embora, cada um tenha sua própria abordagem.

Alguns são reclusos, desprezando a companhia social. Outros preferem interagir com presas potenciais em ambientes mais comuns, como em festas e em bordéis (como prostitutas), para visualizar as pessoas a quem sentem a maior atração física.

No entanto, Íncubos tem pouco respeito pelas mulheres. Além de sair para estuprá-los por um capricho, um Íncubo muitas vezes mantem um harém com mulheres que são fugitivas ou prostitutas. Eles mantêm casas para os Íncubos preguiçosos, em troca de apenas mais uma noite de prazer erótico.

Ironicamente, os anciões Íncubos são realmente incapazes de reproduzir (alguns relatos até mesmo observam sobre a frieza do pênis do Íncubo). O único meio pelo qual eles podem produzir filhos é se transformar em um Súcubo, dormir com um homem, coletar o sêmen do homem e depositá-lo em uma mulher. A união de esperma e ovo produz uma criança manchada pelo toque da criatura, um Cambion.

Alternativamente, um Íncubo e um Súcubo trabalham juntos. O Súcubo realiza o ato sexual com um macho humano, recolhe o sêmen, passa-o para um Íncubo não-transmorfo, que o deposita em uma fêmea humana durante a cópula.

Além disso, um Íncubo homossexual ou bissexual não é raro, mas muitos Íncubos tem aversão a outros machos (mesmo às vezes outros Íncubos). Isso muitas vezes impede que eles sejam amigos, muito menos amantes. Alguns simplesmente acham que os sujeitos do mesmo sexo são pouco atraentes e as relações sexuais com eles são desagradáveis, enquanto outros não podem se envolver sexualmente com o mesmo sexo por medo da morte.

Do mesmo modo, por alguma razão desconhecida, as relações sexuais entre o Íncubos e Súcubos são raríssimas.

Habilidades

Um Íncubo é muitas vezes extremamente bonito para se olhar. Eles possuem a mais bela aparência física e são dotados de poder sobre-humano e resistência. Eles também possuem uma habilidade transmorfa, que lhes permite mudar a sua aparência para coincidir com qualquer padrão de beleza (e, às vezes, para se transformar em um Súcubo).

Nos Íncubos mais velhos ou mais fortes, isto também pode se manifestar como a capacidade de assumir uma forma de espírito incorpóreo.

Além disso, Íncubos podem perceber psiquicamente o que sexualmente atrai e agrada os outros. Este mesmo senso psíquico lhes permite perceber os pensamentos sexuais dos outros. Usando esse conhecimento extensivo, o Íncubo fala com uma língua que lhes dá um ar de confiança, charme e eloquência que é quase incomparável por mortais.

E quando o Íncubo entra na cama da presa (por encanto, ou estupro), ele se alimenta vampiricamente da libido produzida durante suas fantasias eróticas e durante a relação sexual. Alguns são ainda tão fortes que se alimentam da própria força vital das vítimas. Quando deixam a vítima, esta as vezes fica praticamente sem energia, saúde debilitada ou mesmo morta.

Veja também

8 Mitos e lendas da Europa Oriental que você provavelmente não conhece

A maior parte dos mitos e lendas da Europa Oriental são sobre criaturas assustadoras e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com