Home / Mitos e Lendas / Hei Bai Wu Chang – Os ceifadores da mitologia chinesa

Hei Bai Wu Chang – Os ceifadores da mitologia chinesa

A China é um país de muitas e muitas lendas, algumas até já comentei aqui no blog em outros posts. A lenda desta vez é tão antiga que talvez seja até mesmo mais antiga que as primeiras dinastias chinesas, mas que até hoje fazem parte do imaginário da população.

Trata-se de dois personagens diferentes, que são retratados como guardas do submundo. Hei (preto) Bai (branco) Wu Chang (termo taoista para Deus do submundo) são representados desde as pinturas tradicionais, efígies ou arte moderna e sempre estão um ao lado do outro, com as mesmas roupas, porém com cores invertidas. Eles também usam chapéus enormes, com feitiços na escritos na parte da frente. Em algumas representações, um deles possui uma língua muito longa pendurada na boca.

Os mitos

De acordo com a lenda, na China antiga, Xie Bi An e Fan Wu Jiu foram policiais destacados para escoltar um prisioneiro, mas durante a jornada o preso conseguiu fugir se escondendo na densa floresta do deserto chinês.

Xie e Fan resolveram se separar para procurar o prisioneiro fujão e marcaram de se reencontrar embaixo de uma ponte antiga, quando o sol começasse a se por, independente de acharem ou não o fugitivo.

Depois de algum tempo e sem nenhuma pista do prisioneiro, Xie achou melhor voltar mais cedo do que o combinado para o local de encontro. Enquanto estava de alerta embaixo da ponte, começou uma chuva torrencial e Fan, que estava perto dali resolveu se esconder para escapar de possíveis deslizamentos de terra ou até uma inundação.

Fan conseguiu seguir lentamente em direção a ponte, mas quando chegou mais perto, viu o corpo do seu amigo flutuando no rio abaixo. A parte inferior da ponte havia inundado e Xie Bi An foi pego de surpresa, sem ter como fugir. Devastado com a morte de seu amigo, Fan acabou se enforcando numa árvore na beira da ponte.

O Imperador Jade, um deus supremo, viu o ato de lealdade de um amigo com o outro e decidiu que eles seriam recompensados reencarnando-os como generais do submundo. Foi assim que surgiram os espíritos conhecidos como Hei Bai Wu Chang.

Um outro mito popular conta uma história um pouco diferente, mas semelhante em vários detalhes, leia abaixo.

Pela lenda, Xie Bi An e Fan Wu Jiu eram amigos muito próximos e um certo dia enquanto caminhavam perto de um rio, começou a chover. Fan pediu pra Xie esperar embaixo da ponte enquanto ele ia buscar um guarda-chuva. Quando estava voltando, a chuva ficou muito mais forte e acabou virando uma tempestade, mas Fan continuou seguindo em direção ao amigo para não descumprir sua palavra. Acontece que o rio subiu seu nível acima do normal e acabou matando Fan afogado. Assim que a tempestade enfraqueceu, Xie conseguiu ver o corpo do amigo morto e, de coração partido, acabou se enforcando em uma viga da ponte.

No submundo, as almas de Xie e Fan encontraram Yen Wang (senhor do submundo), que se comoveu com a história deles e os designou para trabalhar sob o comando de Cheng Huang, o deus da cidade. A tarefa deles desse dia em diante, seria levar as almas errantes à justiça no submundo.

Características

Para nós ocidentais, os Hei Bai Wu Chang são semelhantes aos ceifadores, com algumas características diferentes e imprevisíveis. Por exemplo: em alguns casos, eles podem ser bons, concedendo riquezas e até mesmo os números premiados da loteria. Mas por outro lado, eles podem ser um pesadelo, punindo severamente os que levaram uma vida desagradável.

Deveres do Hei Bai Wu Chang no Mundo Inferior

Mesmo estando entre as divindades mais baixas na hierarquia, a responsabilidade deles é enorme, patrulhando em busca dos espíritos daqueles que morreram recentemente. O ceifador de preto exige cooperação, enquanto o de branco, conforta a alma ainda confusa.

Mas além disso, eles também devem manter a ordem no mundo inferior, punindo e torturando os espíritos maus pelos pecados que cometeram enquanto estavam vivos.

Boas ações

Ao contrário da maior parte dos fantasmas, esses espíritos tentam ajudar os necessitados e um relato bem interessante que circula na China diz que o marido de uma senhora com varíola a enganou e pegou boa parte de seu dinheiro. Ele teria se casado apenas interessado na herança de seu sogro rico. Juntos, eles tiveram 2 filhos, mas o marido gastava parte do dinheiro da esposa obtendo prazer fora do casamento.

Além dos casos extraconjugais, ele começou a ficar viciado em jogos de azar, mas como nunca tinha dinheiro para pagar as dívidas, os cobradores vinham até a sua casa e ameaçavam sua esposa. Entrando em desespero e sem saber mais o que fazer, ela começou a imaginar que a única solução possível seria o suicídio. Mas antes que ela o realizasse, o espírito de Xie Bi An apareceu e a convenceu do contrário, dizendo que se ela se matasse não haveria ninguém para cuidar das crianças.

A lenda ainda diz que Xie Bi An ajudou a esposa a fingir sua morte, queimando a casa e toda sua riqueza, enquanto a ajudava a fugir com seus filhos para seguir uma nova vida.

P.S: Uma informação interessante a respeito da presença do Hei Bai Wu Chang na cultura chinesa é que as crianças são ensinadas a não cobrir seus rostos enquanto dormem, pois em sua cultura, isso é um sinal de morte. Se os guardiões os confundirem com mortos, podem acabar levando suas almas.

Fontes:

Historic Mysteries
Snow Pavilion
Nituo Funeral

Veja também

Rokurokubi

Este Yokai do folclore japonês pode ter seu nome traduzido para algo parecido com “Pescoço …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com