Home / Mitos e Lendas / 5 Monstros Femininos do Folclore Japonês

5 Monstros Femininos do Folclore Japonês

As lendas folclóricas de todo o mundo possuem contos surpreendentes e até terríveis. Demônios, monstros e seres sobrenaturais podem ser encontrados nas histórias que conhecemos. As lendas japonesas não são uma exceção e também possuem uma enorme variedade de criaturas fantásticas. O interessante nesse caso é que existe um número surpreendente de entidades femininas. Veja abaixo 5 das que selecionei para você conhecer.

5 – Futa-kuchi-onna

A principal característica dessa Yokai é que ela possui duas bocas, sendo uma normal, e outra na nuca onde fica escondida por debaixo do cabelo. Essa segunda boca tem as mesmas características de uma boca comum, possui lábios, dentes e língua.

A  segunda boca é exigente e gosta bastante de comer, quando não é alimentada, grita alto e causa uma enorme dor a mulher. Para ser alimentada, o cabelo da mulher move-se como uma cobra, levando a comida até a boca.

Existem algumas versões para o surgimento de uma Futa-kuchi-onna.

Uma delas conta que quando uma mulher deixa que o filho de um casamento anterior de seu marido morra de fome enquanto alimenta seus próprios filhos, o espírito da criança negligenciada aloja-se no corpo da sua madrasta para vingar-se. Uma outra versão diz que Futa-kuchi-onna é uma mulher que nunca come, procurada para ser esposa de um homem avarento. Enquanto ela não ingere nenhum alimento pela boca, a segunda boca consome em dobro o que uma pessoa normal consumiria.

4 – Jorōgumo

Esse Yokai possui a forma de uma aranha, mas tem a habilidade de transformar sua aparência para o de uma sedutora mulher.

A principal lenda diz que quando uma aranha atinge os 400 anos de vida, ganha poderes mágicos. Jorōgumo muda sua aparência para a de uma bela mulher e pede a um samurai para se casar com ela, ou assume a forma de uma jovem mulher carregando um bebê.

Uma lenda do Período Edo diz que uma mulher queria seduzir um rapaz, e, dentro de seu barraco começou a tocar um Biwa (um tipo de alaúde), quando o homem desviou sua atenção com a música, ela amarrou a vítima com fios de seda de aranha com a intenção de devorá-lo.

Jorōgumo também é conhecida como a dona da cachoeira Jōren. A lenda conta que um homem estava descansando ao pé da cachoeira, quando seus pés ficaram presos em teias de aranha. Para se soltar, ele cortou os fios e os amarrou em um tronco de árvore, que foi retirado do chão e arrastado para as águas. Após este incidente, na cachoeira Jōren, os moradores ficaram com medo e pararam de ir ao local. Acontece que um dia, um lenhador de fora da cidade, começou a cortar madeira, naquela área quando acidentalmente deixou cair seu machado na água, ele mergulhou para encontrá-lo e uma bela mulher apareceu, devolvendo o machado, dizendo a ele para nunca contar a ninguém sobre ela. O lenhador manteve a promessa, porém, ele começou a se sentir preocupado com o ocorrido. Um dia, quando estava bêbado, contou seu segredo, acabou caindo em um sono profundo e jamais acordou.

3 – Nure onna

Nure onna são serpentes do mar que assombram margens e rios, procurando seres humanos para comer. Existem duas variações de Nure onna: em uma ela é bem parecida com uma serpente, mas com a cabeça de uma mulher e não possui braços. Na outra, possui as mesmas características mas possui braços.

Embora tenham essa diferença de aparência, os dois tipos são bem semelhantes, possuem rostos horríveis, longos cabelos pretos e, em vários casos tem outras características das serpentes, como por exemplo, uma língua bifurcada. Em alguns casos, ela é descrita como tendo até 300 metros de comprimento.

Mesmo sendo fisicamente mais forte do que um humano, Nure onna prefere enganar suas vítimas, ao invés de confiar na força bruta. Elas geralmente aparecem na costa perto da água ou na margem de um rio, disfarçada como uma mulher angustiada carregando um bebê empacotado. Elas clamam pela ajuda de pescadores, marinheiros ou qualquer pessoa que passa. Quando a presa se aproxima, ela vai implorá-lo para segurar seu bebê por um momento para que possa descansar. Se a vítima pegar o pacote, este torna-se rapidamente tão pesado quanto uma rocha, e a vítima é incapaz de se mover. Nure onna fica livre para drenar o sangue com sua língua longa e serpentina.

2 – Yuki Onna

Yuki Onna é o espírito de uma bela mulher que morreu em uma tempestade de neve. Ela tem uma beleza incrível, com longos cabelos pretos e olhos penetrantes, sua pele é branca como a neve e seu corpo frio como o gelo. Ela se alimenta da força da vida humana, sugando-a através de um beijo, com uma respiração tão gelada que muitas vezes congela suas vítimas.

As vezes Yuki Onna se apaixona por sua presa pretendida e a deixa seguir livremente. Alguns chegam a se casar com humanos e vivem felizes. Como os espíritos nunca envelhecem, elas mantem sempre a mesma jovialidade e seus maridos inevitavelmente descobrem suas verdadeiras identidades. A maior parte das Yuki Onna não são tão agradáveis, e passam suas vidas caçando humanos na neve. Elas ficam perto das estradas da montanha e se aproximam dos viajantes, ou invadem casas e congelam todos os habitantes durante a noite.

Um homem de Yamagata afirmou que ele estava casado com uma Yuki Onna. Sua esposa era linda. Enquanto ele gostava de tomar longos banhos quentes todas as noites, sua esposa sempre se recusava a se banhar, o que o incomodava muito. Uma noite particularmente fria e de neve, ele insistiu que sua esposa tomasse banho, para que não congelasse até o frio. Ela protestou, mas acabou cedendo. Após alguns instantes quando ele entrou no banheiro, tudo o que ele achou dentro da banheira eram fragmentos de bolinhas gelados e meio fundidos.

1 – Kuchisake-onna

Acredito que muitos já conhecem a lenda de Kuchisake-onna. Trata-se da famosa mulher da boca cortada. Trata-se do espírito de uma mulher que foi mutilada e retornou para vingar-se. Seu nome vem do profundo e sangrento corte que atravessa seu rosto, fazendo-a parecer sorrindo de uma orelha a outra. Ela aparece sempre aos viajantes, cobrindo sua boca com uma máscara de pano ou um lenço.

Ela se esgueira até suas vítimas na escuridão e lhes pergunta se a acham linda: “Wasabi, kirei?”. Caso a vítima responda que sim, ela retira sua máscara e lhe revela uma boca grotesca, pingando sangue. Ela pergunta novamente, agora com uma voz terrível, se ainda a acha linda. Se a vítima não responde ou grita com medo, ela o corta de orelha a orelha para que fique igual a ela. Se ele responde que sim, ela se afasta, mas segue a vítima até seu destino, para então matá-lo durante a noite.

Dizem as histórias, que a única maneira de escapar de um ataque de Kuchisake-onna é no momento em que ela aparecer, jogar doces no chão, o que vai atrair a atenção dela e ganhando assim tempo suficiente para fugir do local.

Veja também

8 Mitos e lendas da Europa Oriental que você provavelmente não conhece

A maior parte dos mitos e lendas da Europa Oriental são sobre criaturas assustadoras e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com