Sacsayhuaman (Peru)

Sacsayhuaman é um dos antigos prédios-fortaleza mais incríveis do mundo. Localizado ao norte da antiga capital inca Cusco, os estudiosos acreditam que começou a ser construída na época do governo de Pachacuti, no século XV. Acredita-se também que mais de 20.000 homens devem ter trabalhado extraindo as pedras das pedreiras ali próximas e as transportaram para o morro onde é localizada. Suas paredes maciças e bem construídas permanecem hoje como um testemunho não apenas do poder inca, mas também das habilidades de seus arquitetos.

Qual o significado de Sacsayhuaman?

Sacsayhuaman é uma palavra de origem quíchua que pode ser traduzida como: “Saqsay” (Satisfazer) e “Huaman” (Falcão), significando algo como: “lugar onde o falcão está satisfeito”.

Esse nome pode ter surgido devido a presença de gaviões na região e, algumas lendas dizem a respeito de como um Inca alimentou um desses pássaros quando este pousou em seu ombro. Uma outra teoria diz que a origem do nome pode ser apenas “Puma”. Os Pumas eram sagrados para o povo inca e acredita-se que Cusco foi planejada para formar o desenho de um puma quando vista do alto. Sacsayhuaman está localizada onde seria a cabeça do puma.

História

Sacsayhuaman foi a maior base militar e a mais importante do Império Inca, chegando a ser comparada em grandeza ao Coliseu Romano. A sua construção foi iniciada durante o reinado de Pachacuti Inca Yupanqui, ou no reinado de seu filho Thupa Inca Yupanqui, no começo do século XV. Este projeto foi creditado a 4 principais arquitetos: Huallpa Rimachi, Maricanchi, Acahuana e Calla Cunchui.

As primeiras estruturas foram feitas apenas com barro e argila, mas os governantes foram substituindo por incríveis blocos cortados (alguns com mais de 4m de altura e com mais de 100 toneladas). Os 20.000 homens que se acredita terem trabalhado no projeto, eram divididos em vários grupos, cada um responsável por uma determinada parte.

A construção

Já sabemos que os incas eram mestres pedreiros e agora já se sabe também que os gigantescos blocos foram extraídos e moldados usando apenas pedras duras e algumas ferramentas de bronze. Marcas nos blocos de pedra mostram que a maior parte delas foi martelada até atingir sua forma, não cortadas.

Esses blocos foram removidos e movimentados com o uso de cordas, toras, postes, alavancas e outras ferramentas rudimentares (é possível ver o nó de cordas que ficaram presas em determinados blocos.

O estudiosos já conseguiram demonstrar que a construção pode ter sido muito mais rápida do que aparenta, mas ainda assim seriam necessários muitos meses para construir um única parede. Vale lembrar que os incas fizeram com que a instalação dos blocos fosse inclinada o suficiente para permitir a resistência mesmo em caso de terremoto, já que mesmo após mais 500 anos de terremotos, poucos danos foram causados às estruturas.

Toda a estrutura é uma obra de engenharia extremamente impressionante e é considerada uma das estruturas incas que permanecerão no Peru para sempre. Mesmo hoje, Sacsayhuaman ainda é usado, agora principalmente para reconstituições de cerimônias inspiradas pelos incas . É possível comprar ingressos para ver esses eventos que imitam e celebram a tradição Inca.

Projeto e função

A enorme fortaleza possui 3 terraços que estão atrás um do outro. As paredes tem uma altura de 18 metros e várias delas tem segmentos. Esses segmentos permitiam que a defesa funcionasse muito melhor caso fossem atacados diretamente.

Adicionalmente, era muito comum que os arquitetos incas tentassem criar suas estruturas em harmonia com a paisagem natural do ambiente e o contorno de Sacsayhuaman imita os contornos das cordilheiras que estão atrás da fortaleza.

Como são vários os tipos de arquitetura, não é possível saber com exatidão a real função de Sacsayhuaman. Alguns estudiosos acreditam que teria uma função de santuário, já que haviam muitos templos, sendo o mais incrível deles o templo dedicado ao deus do sol, Inti. Outras evidências arqueológicas mostram que também pode ter sido usado como depósito de armas, tecidos, alimentos, ferramentas, etc.

A única certeza a respeito de Sacsayhuaman é que foi usada como fortaleza durante a conquista espanhola. Primeiramente os espanhóis conquistaram Cusco depois que mataram Atahualpa e depois seguiram para Sacsayhuaman.

Atualmente

Atualmente, o complexo permanece sendo muito importante para os habitantes da região e é palco da celebração anual do Inti Raymioua festa do sol“, que acontece sempre em 24 de junho. É possível participar desse evento, garantindo seu ingresso antecipadamente.

Você se interessou pela história de Sacsayhuaman? Gostaria de conhecer? Veja aqui algumas dicas sobre as principais atrações e como garantir sua visita.

  • O templo certamente é um dos lugares mais importantes, pois era o centro de todas as cerimônias e rituais incas. Foi lá que a maior parte dos nativos morreu durante a batalha com os espanhóis.
  • As torres de Sacsayhuaman são chamadas de: Muyuccmarca, Paucarmarca, Sallaqmarca e ficam exatamente acima das paredes. Diz a história que o inca Titu Cusi Huallpa pulou da parte mais alta de uma das torres para não ser capturado pelos espanhóis.
  • O Grupo de gabinetes está localizado no topo das colinas e são quartos que oferecem uma vista maravilhosa da cidade e das praças. A característica principal é que são longos e estreitos, interligados por várias portas, muito comuns da arquitetura inca.
  • Chincanas são túneis e cavernas subterrâneas de Sacsayhuaman. Existem apenas 2, dos quais o menor é curto e é o mais procurado pelos turistas. Os túneis são resultado da erosão das rochas. Este é um lugar para fotos incríveis.

No site Peru Hop, você pode comprar passeios para conhecer Sacsayhuaman e outros lugares do país. Com a pandemia do corona vírus em 2020, a previsão é de que as porteiras para o país serão abertas em 1º de outubro. Como escrevo esse post antes disso, é melhor confirmar a informação.

Fontes:
Ticket Machu Picchu
Peru Hop
Ancient.eu

Veja também

Santa Cruz del Islote (Colômbia)

Se você vive numa cidade muito grande ou mesmo numa metrópole, pode até estar acostumado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *