Home / Estranho e Extraordinário / Caixões Suspensos (China)

Caixões Suspensos (China)

O sul da China é uma região cercada de paisagens lindas, rios, montanhas, falésias e florestas. E é naquela mesma região que podemos encontrar um dos mais antigos mistérios, os caixões pendurados que estão ao longo do curso d’água do rio Yangtze.

Os estudiosos acreditam que a tradição de suspender os caixões é originária do povo Bo, que teria iniciado essa tradição há mais de 3000 anos. Muitos caixões foram colocados suspensos nos penhascos. Faz muito tempo que os estudiosos tentam entender o motivo que levou o povo Bo a fazer isso com seus mortos e também como conseguiram colocá-los lá.

Possível origem

Acredita-se que a prática de colocar caixões pendurados iniciou na província de Fujian e de lá se espalhou para outras regiões, principalmente em Hubei, Sichuan e Yunnan. A suspeita de que essa prática começou com o povo Bo é porque essa cultura apareceu na mesma época deles.

A prática de suspender os caixões, assim como o próprio povo Bo, desapareceram no fim da dinastia Ming. Existem indicações de que os Ming eliminaram a população Bo.

Porque suspender os caixões?

Existem muitas teorias sobre o motivo pelo qual o povo Bo escolheu deixar seus mortos longe dos vivos, em penhascos próximos da água. A maior parte dessas teorias acreditam que tudo tem a ver com as crenças espirituais.

Mais perto do céu

Os antigos acreditavam que espíritos divinos habitavam na natureza, como rochas, montanhas e águas. As altas elevações também seriam lugares mais próximos do céu. Para o povo Bo, os penhascos poderiam servir como escadas para o céu, e os caixões como uma ponte para a vida após a morte.

Preservação do cadáver

Outra teoria sugere que os corpos dos mortos precisavam ser preservados da melhor maneira possível, sem perturbação e com o menor desgaste. Isso poderia garantir a imortalidade na vida após a morte, então seria necessário manter os corpos longe do alcance de animais e de outros seres humanos que pudessem danificar os caixões. Além disso, com os caixões suspensos nos penhascos, eles eram arejados, ficavam em lugares com sombra e ar seco, que diminuem a taxa de decomposição, já que um enterro na própria terra, a decomposição do corpo é extremamente rápida.

Construção dos caixões

Claro que fazer com que os caixões fossem pendurados, não devia ser um trabalho muito simples, os estudiosos acreditam que esse tipo de enterro deveria ter sido reservado apenas para pessoas ricas ou da elite. Em 1979, o professor Lin Xiang, da Universidade de Sichuan tirou um desses caixões do alto de um penhasco e nos seus estudos verificou que a madeira usada era de um tipo especial, chamada Nanmu. A madeira dessa árvore é muito densa e resistente a deterioração. No caso desse caixão recuperado pelo professor, ele observou que o tronco foi cortado ao meio e o caixão esculpido no seu interior.

Como os caixões eram colocados no alto?

Basicamente os caixões estão dispostos de 3 maneiras diferentes ao longo das falésias: em vigas de madeira, dentro de grutas ou em fendas naturais existentes nas paredes. Alguns estão a 10 metros de altura, enquanto outros estão a mais de 120. Somando o peso do caixão ao peso do corpo, facilmente poderiam passar de 50kg.

Existem 3 principais teorias sobre esse assunto:

1 – Rampas: Essa teoria indica que os Bo poderiam ter criado rampas de terra que serviriam como trilhas ao longo dos penhascos e os caixões seriam carregados por esses caminhos. Essa teoria não é muito forte pois seria necessária uma quantidade de pessoas muito grande para construir essas trilhas.

2 – Andaimes: Essa teoria diz que é possível que a população tenha desenvolvido uma espécie de andaime que seria colocado na lateral das falésias, o que facilitaria a subida dos caixões, mas não existe nenhuma evidência disso.

3 – Cordas: Alguns caixões possuem marcas que parecem ser de cordas que foram usadas para suspendê-los. Além disso, em algumas cavernas encontraram pedaços de cordas. Então essa teoria indica que os caixões eram baixados a partir do topo dos penhascos.

Interessante, não? Pena que o povo Bo desapareceu a mais de 400 anos e não é possível saber ao certo o motivo pelo qual fizeram esse esforço para manter seus mortos longe dos vivos.

Fontes: https://www.historicmysteries.com/
https://allthatsinteresting.com

Veja também

Olive Oatman: a garota com queixo tatuado

Olive Oatman, nasceu em 1837 e era uma das sete crianças filhas de Royce e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com