A Morte de Luther McCarty

Em 1913, aquele que seria a mais recente esperança do boxe peso-pesado americano, ou a “Grande Esperança Branca“, iniciou uma carreira curta e meteórica. Luther McCarty cresceu rapidamente durante sua adolescência, chegando a medir 1,94 e desenvolveu também um jab de braço esquerdo bastante forte.

Ele estrou no boxe profissional aos 18 anos em janeiro de 1911 e aniquilou rapidamente seu oponente, Watt Adams, vencendo no segundo round por nocaute. Até o fim daquele ano, Luther teria ainda mais 7 lutas agendadas, sendo a primeira contra uma lenda, Joe Grim, famoso pelo seu queixo de ferro. Esta luta acabou em empate, embora o jovem lutador tenha passado a maior parte do combate tentando nocautear o “homem mais durão da terra“. Das outras 6 lutas naquele ano, apenas uma não terminou em nocaute.

No ano seguinte, a reputação de McCarty apenas cresceu, estava se tornando um superstar, chegando a ser citado como um concorrente real para o fantástico Jack Johnson. Naturalmente, começaram a surgir comparações entre Luther McCarty e John L Sullivan, o futuro parecia muito promissor para McCarty.

Durante 1912, várias lutas foram acertadas para ele, e em sua grande maioria os outros lutadores resistiram pouco ou não tiveram chance alguma quando colocados frente a frente com McCarty.

350px-McCartyPalzer3

Um novo combate foi acertado para a noite de ano novo de 1912. Dessa vez, a luta seria contra o atual campeão dos peso-pesados, que à época era Al Pazer. Uma vez mais, McCarty venceu a luta, embora apenas com um TKO (Nocaute técnico) no 18º round. Palzer, embora não tenha ganho a luta, resistiu mais tempo do que a maioria dos outros.

Várias outras vitórias de Luther McCarty seguiram, e, logicamente os promotores de lutas viram valor em uma luta entre ele e Jack Johnson. Infelizmente, essa luta contra outro grande peso-pesado da época nunca chegou a acontecer.

McCarty teve agendada uma defesa de título contra Arthur Pelkey. Quando os lutadores estavam sendo anunciados, um ministro local foi ao ringue e fez um anúncio para o público de aproximadamente 6000 pessoas:

“Eu sei que vocês homens vão nos ajudar a comprar um sino para a nossa igreja. Suas moedas de prata vão comprar uma lembrança para a casa de Deus e você ganhará um crédito no Grande Livro. Todo mundo deve ter seu crédito, pois quem sabe quem o Grande Árbitro vai chamar para casa a qualquer momento?”

A luta começou e não chegou a ir além do fim do primeiro round. Quando um soco leve acertou acima do coração de McCarty, ele desmoronou e a contagem foi iniciada.. O árbitro, Ed Smith, rapidamente percebeu que algo estava terrivelmente errado e chamou apoio médico. Depois de oito minutos, McCarty foi declarado morto. Um relatório do médico legista determinou mais tarde que a causa da morte era provável ser um acidente sofrido em um incidente de queda de cavalo algum tempo antes da luta.

O que marca essa luta de boxe como completamente diferente de qualquer uma outra na história, foi o que se relata como tendo ocorrido no momento da contagem do árbitro. Uma grande faixa de luz apareceu no momento em que a contagem iniciou e desapareceu no exato momento em que o número dez foi alcançado. Esta luz teria iluminado apenas o corpo do boxeador caído e chocou muitos dos presentes.

McCarty-Light-e1469118388308

Uma única foto foi tirada desse momento, e desde então tem sido debatida. Quase que imediatamente, histórias começaram a circular afirmando que a foto foi, de alguma maneira manipulada, ou apenas falsa. No entanto, ninguém ainda conseguiu explicar como foi feito. Muitos dos presentes na Arena Tommy Burns dizem que a luz foi uma ocorrência genuína.

Veja também

A Batalha dos Aliados

No meio de agosto de 1951, duas inglesas que passavam as férias na França tiveram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *