A Misteriosa Morte de Gunther Stoll

Gunther Stoll era um engenheiro de alimentos alemão, que ficou desempregado e passou a sofrer ataques de paranoia. As vezes, ele dizia a sua esposa que “eles” estavam do lado de fora de sua casa para buscá-lo. Quem “eles” eram nunca foi explicado. Stoll estava convencido de que “eles” tinham intenções malignas.

Em 25 de outubro de 1984, Stoll estava passando uma noite tranquila em casa com sua esposa, quando de repente saltou e gritou “Jetzt geht mir ein Licht auf!” – “Agora eu entendi!” Ele rabiscou seis caracteres (YOGTZE) em um pedaço de papel e saiu abruptamente da casa.

Stoll dirigiu para o seu pub favorito e pediu uma cerveja. Já era por volta das 23:00. De repente, ele desabou no chão, perdeu a consciência e bateu o rosto. Testemunhas disseram que ele nem chegou a tocar sua cerveja. Quando recuperou a consciência, ele deixou o bar.

Por volta das 01:00 da manhã, ele apareceu na porta de uma amiga de infância em Haigerseelbach, região onde havia crescido. O que aconteceu nas duas horas anteriores a sua chegada em Haigerseelbach ainda é um mistério. Sua amiga, desconfortável com Stoll aparecendo em sua casa no meio da noite não deixou ele entrar. Ele advertiu sobre um próximo “incidente horrível”. A amiga sugeriu que ele voltasse pra casa ou passasse a noite na casa de seus pais. Stoll então foi embora, e outras duas horas se passaram sem nenhum registro de suas atividades.

Lá pelas 03:00, dois caminhoneiros viram um acidente de carro e pararam na estrada para ajudar. O carro era o Volkswagen Golf de Stoll, e ele ainda estava lá dentro, no assento do passageiro. Estava nu, ensanguentado e praticamente inconsciente. Um dos caminhoneiros foi pedir ajuda, enquanto o outro ficou com Stoll. Em seguida, Stoll disse que estava viajando com “quatro estranhos” que “o soltaram”. Ele morreu na ambulância a caminho do hospital.

Na investigação, alguns detalhes estranhos chamaram a atenção. Os caminhoneiros relataram que havia um homem ferido vestindo uma jaqueta branca que fugiu da cena quando eles pararam. Este homem nunca foi encontrado. A polícia concluiu que Stoll não se feriu em seu próprio carro. Aparentemente, foi atingido por outro veículo e depois foi colocado no seu carro.

Oficialmente, a morte de Gunther Stoll foi considerada como assassinato pela polícia alemã, e o caso nunca foi resolvido. Há muitas teorias sobre o que pode ter acontecido. É possível que a maior parte do que aconteceu com Stoll teve a ver com sua doença mental: anotando letras aparentemente aleatórias, sofrendo uma queda e até encontrado nu. Ele poder ter sido atropelado por um carro por acidente. O motorista poderia ter colocado seu corpo de volta em seu carro, e possivelmente até encenado para parecer que Stoll sofreu um acidente. Em última análise, a polícia alemã considerou a morte de Stoll como “um ato criminoso”, não um assassinato. 

O caso de Gunther Stoll permanece aberto e não resolvido na Alemanha. Depois que mais de trinta anos se passaram, não parece provável que haja qualquer resposta.

Veja também

A Batalha dos Aliados

No meio de agosto de 1951, duas inglesas que passavam as férias na França tiveram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *