A Boneca de Patty Reed

Bonecas não precisam ser necessariamente amaldiçoadas para que cheguem a nos dar alguns arrepios. Algumas possuem uma expressão facial estranha, enquanto outras podem ter pedaços de seus  corpo faltando e isso também pode assustar um pouco. No caso da boneca de Patty Reed, ela presenciou vários atos de canibalismo.

Em 1846 a família Reed, em conjunto com outras famílias, estavam de malas prontas para ir para a Califórnia. Como estavam atrasados, a família de Patty Reed pediu a ela que se desfizesse dos seus brinquedos para diminuir um pouco a carga e talvez com isso conseguirem chegar na Califórnia antes que o inverno chegasse e os prendessem. Infelizmente, eles não tiveram essa sorte.

Patty Reed
Patty Reed

Por acaso e de maneira inacreditável, o inverno naquele ano chegou mais cedo e com mais força do que o normal, fazendo com que muitas famílias ficassem presas nas serras por meses e com isso muitas pessoas acabaram morrendo de fome, por falta de mantimentos. O pai de Patty, James Reed era um dos líderes na expedição, mas devido a um problema em um dos vagões do trem, ele acabou expulso. James seguiu sua viagem normalmente, deixando para trás sua esposa e filhos para enfrentar o tempo nas montanhas.

Claro que a situação dos viajantes foi ficando cada vez mais desesperadora. Enfrentando neve e frio durante meses e, praticamente sem provisões, os colonos começaram a se alimentar de tudo o que era possível, desde pedaços de couro a ratos mortos. Quando as pessoas começaram a morrer, os sobreviventes passaram a recorrer ao canibalismo, se alimentando também dos restos mortais deles. De um total de 87 viajantes no início, apenas 48 sobreviveram para contar essa história para a posteridade.

Uma cópia da boneca de Patty Reed pode ser encontrada, juntamente com outros artefatos dos Donner no Museu do Emigrante, em Truckee na Califórnia.

doll

Por mais pesada que tenha sido essa provação nas montanhas frias, a família Reed sobreviveu inteira e seguiu viagem, passando a levar uma vida de relativo luxo em San Jose (onde muitas ruas tem o nome da família). Surpreendentemente, toda a família Reed sobreviveu a esta provação nas montanhas e passou a levar uma vida de luxo moderado em San Jose, onde muitas ruas têm o nome de sua família.

Patty Reed havia escondido nas suas roupas, Dolly, uma de suas bonecas. Dolly foi dada a ela por sua avó Sarah. Dolly certamente foi uma companhia importante para ela durante esse período complicado, podendo a tocar e sentir sua presença ali com ela. Quando Patty morreu, em 1923 a família doou a boneca e outros artefatos da expedição para o Fort State Historic Park, em Sutter, Califórnia.

Saiba antes de partir

O museu é um lugar histórico importante, que você pode aproveitar para conhecer e aprender bastante. Além disso, a boneca de Patty é guardada em segurança dentro de uma caixa de vidro, mas que pode ser facilmente vista.

Localização:
2701 L Street – Sacramento, Califórnia

Horário de funcionamento:
Diariamente das 10 as 17h
Fechado apenas nos dias de ação de graças, natal e ano novo.

Valores:
Adultos: $5 (acima de 18 anos)
Jovens: $3 (de 6 a 17 anos)
Crianças: Entrada grátis (abaixo de 5 anos)
Entrada grátis para Membros

Veja também

Big Nose George, o homem que acabou transformado num par de sapatos

Big Nose George Parrott foi um ladrão, salteador e bandido que atuou no oeste americano …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *