Home / Diversos / Morte por passeio na montanha-russa

Morte por passeio na montanha-russa

Um cara chamado Julijonas Urbonas desenvolveu um conceito de uma montanha-russa projetada para matar seus passageiros. Isso mesmo, matar aqueles que andarem no “brinquedo”.

Mas qual ideia deve passar pela cabeça de um sujeito que cria um negócio desse? Segundo ele, a ideia é levar vidas com “elegância e euforia”. Em 2010, ele desenvolveu um modelo em pequena escala do seu projeto.

Conceito e design
A capacidade seria para levar até 24 passageiros de uma só vez. A montanha-russa começa com uma subida em inclinação até uma altura de 510 metros. Quando o carrinho chegar no ponto mais alto, vem então uma queda de 500 metros a uma velocidade de até 360km por hora, até chegar no primeiro de seus 7 loops. Cada loop teria um diâmetro um pouco menor que o anterior (que ajudaria a manter a velocidade de 10G) até ele começar a perder velocidade. Com a velocidade reduzida, o trem faria uma curva a direita e depois seguiria em linha reta, onde poderia descarregar os cadáveres e começar um carregamento de novos passageiros.

Como o organismo reagiria

A morte do indivíduo neste caso se daria através de hipóxia cerebral prolongada (ou falta de oxigênio no cérebro). As inversões nos loops, a uma velocidade de 10G por 60 segundos causariam a perda da consciência e os vários loops serviriam pra assegurar que mesmo os passageiros com mais resistência fisiológica não sobreviveriam.

Segue abaixo um pequeno vídeo (em inglês) sobre a ideia de Urbonas em relação a essa montanha-russa da eutanásia.

O que você acha dessa ideia? A ciência vem tratando essa ideia como uma montanha-russa da eutanásia.

Veja também

Theatre du Grand Guignol

O Theatre du Grand Guignol existiu em Paris de 1897 até 1962 e ficou muito …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com