Home / Civilizações / Tairona (Colômbia)

Tairona (Colômbia)

A civilização de Tairona, estabelecida na região nordeste da Colômbia, começou a existir a cerca de 2.000 anos, mas existem evidências de atividade humana na região há mais de 6.000 anos. Em sua época, habitavam a região de Sierra Nevada de Santa Marta, onde atualmente é Magdalena.

Eles ficaram conhecidos principalmente por seus conhecimentos em artesanato, metalurgia e ourivesaria. Levando em consideração a sua localização em relação a outras civilizações evoluídas, eles deixaram evidências de uma vida moderna.

Além de habilidosos metalúrgicos, eles também eram muito bons na agricultura. Registros arqueológicos mostraram que eles dominavam além da agricultura de terraço, construções de canais e fundações de pedra.

Uma de suas características mais fortes é que eles também eram excelentes guerreiros e isso fez com que fossem uma das civilizações mais difíceis de serem conquistadas pelos espanhóis. Eles travaram guerras com os espanhóis por mais de 70 anos.

Os Taironas tiveram que deixar suas terras por volta do século XII e grande parte de seus vestígios acabou sendo escondida pela natureza. Um dos assentamentos mais famosos deles foi o lugar chamado de “Ciudad Perdida“, fundado ainda antes de Machu Pichu.

Ciudad Perdida

Este é um dos sítios arqueológicos mais importantes da América do Sul e acredita-se que tenha abrigado entre 2000 e 8000 pessoas no seu auge. Apenas uma parte desse lugar incrível foi escavado até hoje.

Várias descobertas foram feitas, por exemplo: 250 terraços que serviriam de base para construção de casas, além de centenas de objetos, ornamentos, ouro e até instrumentos musicais. 

Sociedade

O sistema de tomada de decisões era baseado na religião. Os governantes eram xamãs, que teriam a habilidade de controlar a natureza, o cosmos e até mesmo os pensamentos humanos. Esses xamãs eram considerados os chefes da tribo e eram tratados com extremo respeito. Eles também eram responsáveis ​​por reunir exércitos, controlar a agricultura, cuidar do bem-estar da população e até mesmo supervisionar o comércio.

Arte

Estudos fazem acreditar que a crença dos Taironas de que os xamãs podiam sair do corpo e até se transformar em outras criaturas é que pode ter inspirado a metalurgia deste povo. Muitos dos ornamentos encontrados até hoje retratam pessoas que se transformaram em animais, inclusive a mais famosa de suas estátuas é conhecida como “Homem-Morcego“, e retrata um xamã lentamente se transformando em um morcego.

Os Tairona achavam que os morcegos eram os animais mais poderosos do mundo e por isso faziam o possível para ficar parecidos com eles. Trajes de roupas que foram encontrados no túmulos mostraram claramente essa tentativa de transformação.

Ao contrário do que se pensa, a Colômbia antiga não era apenas um centro de criação de peças de ouro, mas também de cerâmica. Os objetos mais antigos escavados na região habitada pelos Tairona, datam de 2500 a.C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com